A EVOLUÇÃO DOS BRINQUEDOS

Com o dia das crianças chegando, paramos para pensar nos brinquedos de cada época.
Eu que sou mãe, guardei muitos brinquedos da minha infância para dar a minha filha. Porém, para minha infelicidade, meus antigos brinquedos são totalmente obsoletos na visão dela. Mesmo com apenas 5 anos, minha filha quer brinquedos super tecnológicos, ela sabe manusear celular, computador, DVD, tudo com a maior facilidade do mundo. O único brinquedo que ela herdou e gostou foram as bonecas Barbie, até porque, a única coisa que mudou com o tempo, foram as roupas que estão cada vez mais curtas e mais modernas.
Hoje em dia, os brinquedos não são feitos para brincar e sim para olhar, porque eles fazem tudo sozinhos, apenas apertamos um botão e observamos do que são capazes.
Eu tento incentivar minha filha a sair da frente do computador ou da televisão, e aproveitar a infância com coisas que realmente valem a pena, com brinquedos que além de divertidos, educam e ativam o raciocínio. Existem sim muitas empresas que investem em produtos assim, porém estes são os mais caros do mercado, o que acaba te levando novamente aos tradicionais jogos eletrônicos e bonecas que andam e falam.
Sinto saudades das brincadeiras antigas, e dos brinquedos como o Pogobol, que era muito divertido, ou um famoso bambolê! Objetos que além de econômicos eram muito saudáveis, pois com eles nos movimentávamos muito, coisa que hoje é muito raro acontecer.
Gostaria de ver as crianças valorizando esses brinquedos, e não apenas por saudades do antigo, mas porque a infância está cada vez mais curta, e não quero, de verdade, ver minha filha ficar adolescente antes do tempo. Quero que ela seja criança por muito tempo, para quando for adulta não sentir falta do que perdeu.

O Fala, Cinco! é mais uma ação da 5TI com o objetivo de estreitar a relação com os nossos clientes, além de transmitir o nosso espírito empreendedor e experiências de mercado. Seja bem-vindo!

Conheça mais sobre a Cinco TI!

Tópicos recentes

Arquivos

avatar Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *