Conheça os terminais touchscreen do metrô de Nova York

Control-Group-MTA-Kiosk-touchscreen-600x400

Nova York é uma cidade muito grande, e, como em muitas cidades muito grandes (Londres, Paris, São Paulo), uma das melhores formas de se locomover entre as diversas regiões é o metrô – o que não é muito fácil para quem não está acostumado, já que os mapas das linhas de metrô são, basicamente, um monte de traços coloridos passando um por cima do outro. Assim, a MTA (que cuida do transporte público na Big Apple) e o Control Group (empresa de consultoria em design e tecnologia) decidiram oferecer terminais eletrônicos com informações sobre as linhas, dicas de segurança, atualizações sobre a situação dos trens, e por aí vai. Assim, após diversos testes – inclusive um mês de provações in loco, colocando uma máquina na estação Bowling Green -, observações, reformulações e outros “ões”, mês passado os primeiros terminais foram colocados na estação Grand Central (aquela estação gigante que aparece em vários filmes de Hollywood).

Claro, essas estações de metrô acabam sendo locais barulhentos, movimentados, repletos de gente apressada e até mesmo algumas sacudidas (provavelmente porque com frequência passam por ali trens de 50 toneladas a 100 quilômetros por hora). Ou seja, os tais terminais, além de inteligentes, precisam ser robustos para evitar depredações ou qualquer outro dano causado por um ambiente frenético desses. Por isso, o Control Group chegou a um equilíbrio onde a tela é sensível suficiente para captar com facilidade os toques (não tanto quanto a de um smartphone, mas ainda assim bem responsiva) e resistente, podendo inclusive ser lavadas com aquelas mangueiras de pressão (o que resolve a questão da higiene também). Além disso, o hardware inteiro é robusto pacas, garantindo que um eventual depredador vai precisar de muita força de vontade para atingir seus objetivos.

Control-Group-MTA-new-digital-kiosk-design

Por enquanto foram apenas 18 terminais instalados, mas o projeto ainda vai crescer e se espalhar pela cidade. E ainda há um tempo de maturação, onde as pessoas vão ter que se acostumar com – e até aprender a usar – a nova tecnologia. Mas certamente é um grande avanço frente àqueles mapas estáticos de papel, permitindo que os usuários tenham acesso a mais informações e de uma forma mais apurada (por exemplo, basta selecionar uma estação para ver a melhor forma de chegar até ela). A iniciativa não possui nenhum gasto público – o Control Group arca com as despesas e recebe verdinhas com a propaganda nas máquinas – e, com a ajuda do que há de mais moderno e intuitivo na tecnologia, toda a facilidade do metrô de Nova York vai ficando ainda mais fácil.

Fonte: Gizmodo

O Fala, Cinco! é mais uma ação da 5TI com o objetivo de estreitar a relação com os nossos clientes, além de transmitir o nosso espírito empreendedor e experiências de mercado. Seja bem-vindo!

Conheça mais sobre a Cinco TI!

Tópicos recentes

Arquivos

avatar Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *