O Grenal e as semelhanças. Só o Lula não sabe.

Ontem tivemos mais um episódio de um dos clássicos futebolísticos mais disputados do Brasil, o confronto entre Grêmio e Inter. E, como gremista que sou, senti o jogo com um gostinho diferente: foi o último jogo no estádio onde o Grêmio jogou por 58 anos.

Teóricos e estudiosos sempre estudam todas as coisas do mundo corporativo, mas, quanto mais eu vivo, mais eu vejo que a ciência em empresas é tão simples quanto a da vida de todos nós e com todas as complexidades envolvidas. O mundo corporativo é muito semelhante ao mundo pessoal, digamos assim.

Disseram que o Grenal não foi digno para um último jogo do Olímpico Monumental. Ora, Grenais com jogadas lindas e maravilhosas foram raríssimos na história, Grenal mesmo é Grenal pegado, suado, retranqueiro, com rojão, com cara se fingindo, com técnico pegando o pescoço do jogador e dizendo que estava se defendendo… isso é Grêmio contra Inter. Foram 394 clássicos.

Nas empresas tudo é assim também, o passado sempre foi melhor que o presente, por mais que todas as evidências mostrem que está igual ou melhor. As pessoas têm, em geral, a péssima mania de achar tudo ruim quando convém. Talvez só o Lula não saiba disso.

Ao final de jogo, os jogadores do Inter saíram para comemorar com a torcida vermelha. Ora, o que comemoravam? O Grêmio continuou classificado para a Libertadores e o Inter não. Mas isso é Grenal, não precisa de motivo para um torcer contra o outro. Nas empresas também, raro é quem apoia o colega de verdade. Normalmente dá um tapinha nas costas, mas depois é fofoca para todo o lado.

No futebol, todo mundo é técnico. Ah, o Luxemburgo escalou mal. Ah, o Luxemburgo não foi pra frente. Quase toda essa galera que só sabe reclamar, quando tem a responsabilidade nas mãos, vira um técnico de quarta divisão. Tenho certeza de que faria muito pior. É tão fácil reclamar que, ao invés de ajudar, as pessoas e os profissionais brasileiros preferem a corneta. Mais fácil, né? Como disse o Felipão: – Quer moleza? Então vai trabalhar no Banco do Brasil.

ARENA GRÊMIO

Tem gente que foi contra a construção da nova Arena do Grêmio! É a coisa mais linda do mundo, mas evoluir e crescer é difícil. Mudar paradigmas, deixar o passado pra trás, porque dele só valem as lembranças. O que passou não volta mais! É como aquele vendedor que acha que é o cara porque vendeu no mês passado. Vendedor tem que vender todo dia e todos os meses muito, ou então não pode reclamar do centroavante do time que não faz gol em quase todas as rodadas.

Na vida e no futebol, faz a diferença quem é ousado.
GRANDEZA NÃO CAI NO COLO!


Ou podemos esperar por mais alguns 0x0.

Então, vamos fazer o que é o certo e o que é o correto. O resto vai acontecer e vão reclamar, queiramos ou não.
E viva o GRENAL, gigante e lutado como sempre foi!

Começou o último mês do ano, acelerem!

Aliás, o Lula ainda não sabe de nada? Até quando?

O Fala, Cinco! é mais uma ação da 5TI com o objetivo de estreitar a relação com os nossos clientes, além de transmitir o nosso espírito empreendedor e experiências de mercado. Seja bem-vindo!

Conheça mais sobre a Cinco TI!

Tópicos recentes

Arquivos

avatar Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *